meu santo

Owl Eyes – Crystalised

230655_228643963818182_100000177401475_1096156_3669688_nSeis meses do ano era arco-íris, nos outros seis era serpente.

Sabia o que era ser ‘duo’. Atitudes de garoto, com trejeitos de moça inocente. Poucos notavam.

Metade do tempo abandonava o navio para se encontrar, isso sem ao menos se perder.Na outra parte, havia força. Segurava a sua barra e de quem mais viesse.

Enquanto tentava consertar o mundo, procurava um par de meias pretas que combinassem com o all star branco de cano alto. Ás vezes se perguntava da vida, de quem era afinal? sempre par? sempre dois?

2 comentários:

Dorigor ­§ disse...

E essa procura por uma pele fixa continuará até que algo concreto apareça. A dualidade será eterna, podendo transmutar diversos seres...

nanapocket disse...

Rodrigo thanks por comentar.

~ não há urgência na procura, nem sempre há tal procura de pele. É somente uma vivência da dualidade, não chega a ser ruim.